Referindo-se a morte do seu filho, a esposa do cantor diz que descobriu que ‘não pode viver sem Deus’

Um dos principais nomes da música country o cantor Granger Smith e sua esposa, infelizmente perderam o seu filho de 3 anos de idade em uma acidental afogamento.

Ultilozou o seu instagram para falar abertamente sobre o terrível tragédia que ocorreu com a sua familia. Começou o ano novo refletindo sobre sua fé e compartilhando como isso ajudou sua família

“2019 – O ano que me deixou de joelhos. O ano em que nosso lindo garoto ruivo completou 3 anos e voltou para casa. O ano em que esse doce garoto salvou outras duas vidas. O ano que partiu meu coração em pedaços, mas também temperou meu espírito , “a mãe enlutada legendou uma apresentação de slides de fotos de sua família no Instagram.Esposa do cantor diz que descobriu que ‘não pode viver sem Deus’

Eles possuem mais dois filhos, London e Lincoln. O choque pela morte do filho mais novo, por outro lado, fez com que o casal percebesse a presença de Deus no momento mais difícil da vida de ambos.

“O ano em que chorei todos os dias por seis meses seguidos. O ano em London perdeu três dentes e completou oito anos. O ano em que servimos centenas de tristeza e esperança ”, escreveu Amber em sua rede social sobre 2019.

Apesar da dor da morte do filho, Amber lembrou que, além do sofrimento, o aprendizado e o despertar chegaram ao que é mais importante na vida, a saber, o relacionamento com Deus.

“O ano em que meus olhos foram realmente abertos para o que é importante. O ano em que nunca mais sentimos amor em nossa igreja. O ano em que descobri que a alegria e a tristeza podem coexistir ”, escreveu a esposa do cantor.

Amber revelou que, de acordo com o Christian Post, ela e o cantor Granger Smith ainda podiam ajudar outras pessoas em luto que estavam na mesma situação.

“O ano em que voltamos ao fogo para ajudar outros pais em luto. O ano que me mudou. O ano da borboleta azul. O ano em que aprendi que estou fora de controle. O ano em que ficou claro que não posso viver esta vida sem Deus ”, conclui.

Por: Leandro Miranda
FONTE:Christian Post.