Por que ataques contra cristãos estão aumentando na Índia


      Publicidade  



      Publicidade  


As perseguições religiosas no mundo estão crescendo em vários países, a índia é um desses. O que mais acontece são acusações de que as pessoas são batizadas à força. Esse caso vem sendo um grande problema para os cristãos do país, atrapalhando o trabalho missionário.

O pastor Somu Avaradhi, passou por uma situação inusitada em sua igreja em Hubballi, no estado de Karnataka, no sul da Índia. Ao chegar no templo ele viu pessoas sentadas cantando canções hindus e gritando slogans”.(BBC Brasil)

Logo o pastor denunciou a polícia, mas não surtiu efeito, pois os hindus tinham um argumento feito para colocar Somu Avaradhi contra a parede. Ele foi acusado assim que a polícia chegou, diziam que ele estava obrigando conversões para a sua religião, além de abusar de um deles.

Perseguição na Índia: Não mate pessoas inocentes, diz o cartaz.

No caso desse pastor, ele foi preso por 12 dias, libertado sob fiança, mas existem casos de cristãos sendo mortos em várias regiões do país. Infelizmente as acusações não param.

      Publicidade  

Os ataques estão sendo mais comuns a cada dia e muitas ações partem para questões físicas, onde são impedidos de continuarem com culto. Do nada pode aparecer líderes hindus de direita e agir de forma violenta.


Publicidade


“Esses ataques, segundo a Comunidade Evangélica da Índia (EFI), vêm acontecendo em vários lugares do estado de Karnataka, relatados pelo menos de 39, de janeiro a novembro.” (BBC Brasil)

Situações como essa estão acontecendo com frequência em vários países, algumas vezes a tolerância tem a ver como o governo que assume o poder em determinado momento. Muitos partidos são mais intolerantes que outros, resultando em uma agressão que não havia anteriormente.

Essa é a causa do aumento de perseguição no país, relatada pelos cristãos. O que está acontecendo é que o Partido Bharatiya Janata (BJP), traz as suas leis para punir pessoas convertidas à força.

“A lei tem os seguintes pontos: punição de 10 anos para quem faz conversão fraudulenta, casamentos e por força.” 

Essa lei ainda vai além porque a pessoa convertida pode perder benefícios sociais. Isso envolve todos, porém um cristão não ficará acusando alguém que converteu para o hinduísmo, sendo assim, o peso vai nas costas de apenas uma religião na maioria das vezes.

      Publicidade  

Todas as pessoas convertidas devem notificar ao governo pelo menos com dois meses de antecipação, para não ser punida de alguma forma. Depois, uma investigação acontece para averiguar como ocorreu tudo, se foi infringindo a lei ou não.

Embora isso pareça bom, pode não funcionar na prática, porque muitos cristãos estão sendo acusados com mentiras. Por isso, o medo está tomando conta de muitos cristãos que estão sendo acusados.

As controversas somente aumentam quando partidos mais radicais assumem o poder, fazendo com que líderes de castas mais extremistas possam se aproveitar da lei.

O temor é normal, mesmo com fé, porque é um prejuízo para a obra, situações parecidas, como a de um pastor missionário, australiano, queimado com o seus dois filhos pequenos em um jipe, em 1999, pode acontecer.

As orações são necessárias para todos os irmãos espalhados, cumprindo a missão em todo o mundo.

      Publicidade  

Deixe seu comentário de fé abaixo