Pastor vestido de Drag Queen prega para crianças em Igreja Luterana


      Publicidade  



      Publicidade  


Considerado um absurdo para o mundo cristão, LGBTQIA+ ser algo natural, um pregador vestido de Drag Queen aparece, se apresentando para crianças. Agindo de modo natural, como se tudo fosse normal, um pregador luterano mostrou como se sente vestido de tal forma.

Essa apresentação foi feita com um sermão para crianças em Chicago, EUA, em um domingo. Aaron Musser, o pregador da Igreja Luterana de São Lucas da Praça Logan, foi quem trouxe a mensagem para os pequenos.

O que o pregador queria passar para as crianças já foi dito no início da mensagem, “disse que, em vez de dizer às pessoas como elas deveriam ser alegres, ele estava mostrando o que o faz feliz”.(TG)

Pastor se veste de drag queen para pregar para crianças

Para justificar o seu modo de se vestir diante das crianças, ele falou de como ele quer está feliz na volta de Jesus, e que o seu traje mostra isso sem precisar falar nada.

      Publicidade  

Aaron Musser, ainda falou para as crianças que a sua vestimenta demonstra alegria e felicidade, possível através da libertação da opressão que esse mundo impõe.


Publicidade


Chamando a atenção das crianças para os seus vestidos, diz: “que em vez de dizer-lhes o que é a felicidade, vestido daquele jeito mostrava visualmente a verdadeira alegria”.(TG)

Nos últimos anos as crianças vêm sendo expostas a drag queens, provavelmente para quebrar diversas barreiras impostas por aí, porém, quando esta forma de atitude acontece na igreja pode se tornar um problema. Fato que logo aparecem pregadores falando de tal atitude que está totalmente fora do evangelho.

Cristãos chegam a afirmar que muita gente está tendo coragem para fazer isso nas igrejas, mas que a igreja não está tendo tanta ousadia para pregar firmemente o evangelho.

Atitudes parecidas com essa levou o pastor Craig Duke da igreja Metodista Newburgh United, em Indiana (EUA), a ser dispensado de suas funções.

A mensagem do até então pastor metodista não alegrou os membros, levando a comunicar a direção da igreja, que logo o tiraram do cargo. Porém, ficará sendo assistido na casa pastoral até fevereiro de 2022. No comunicado da direção, afirmam que não houve pedido de demissão da parte do pastor, mas a congregação decidiu que saísse.

      Publicidade  

Com relação à situação do pastor luterano os dias à frente mostrarão os resultados de tal atitude, que pode ter um impacto negativo da maioria, principalmente da ala mais conservadora.

Para aqueles que tratam a palavra de Deus um pouco mais a sério, certamente não deixarão de expor suas insatisfações. O universo LGBTQIA+ vem sendo apresentado em formas de conto para as crianças, cativando elas em um universo colorido em páginas de desenhos.

“O DQSH captura a imaginação e o jogo da fluidez de gênero da infância e oferece às crianças modelos glamorosos, positivos e descaradamente homossexuais”.(TG)

Frases como essa aí acima ficam marcadas nas mentes dos pais, que no que lhe concerne podem se voltar contra a atitude que pode prejudicar os pequeninos.

Pelo que parece essa atitude drag queen e outras parecidas vai tomar conta do noticiários mais vezes daqui para frente.

      Publicidade  

Deixe seu comentário de fé abaixo