Muçulmanos espancam e amarram parente cristão para ser queimado vivo

Anúncios

Mais um ato hediondo com um cristão acontece na África, da parte de radicais muçulmanos. Dessa vez o ato foi em Uganda, país que se localiza na África  Oriental.

A região possui grande concentração de radicais islâmicos. Diante disso, um cristão de nome Malingumu Bruham, foi espancado por seus parentes.

A conversão de Bruham foi o ato mais marcante de sua vida. Ele nasceu em família islâmica, mas se converteu ao cristianismo. Participava de debates com pessoas de sua antiga crença, isso causou uma reação governada pelo ódio.

Muçulmanos espancam e amarram parente cristão para ser queimado vivo

Com uma conversão genuína, ele pregava constantemente sobre Jesus, aquele que salvou a sua vida e de muitos. Isso o levou a ser um dos maiores debatedores teológicos da localidade.

O que levou ele a situação de perigo foi ir ao velório do tio, no distrito de Kaliro, leste de Uganda. Uma situação parecida com os irmãos de José na Bíblia, notaram a presença dele, e tramaram contra ele. Planejaram matá-lo, convidando ele para passar a noite.

Anúncios

O que Bruham relatou foi surpreendente, o seu tio acreditava que ele deveria ser morto por  ser contra o islã e pregar publicamente sobre a Bíblia, quem o matasse seria recompensado por Ala”. (gospel+)

O resultado de todo esse ódio foi um ajuntamento de muçulmanos, membros de sua família para o espancar. Além disso, jogaram vários galhos de árvores para queimá-lo em seguida, havia até combustível para aumentar o processo.

A situação, afirma Bruham, foi terrível, porque os familiares se dividiram em dois grupos, os que espancaram, e os que reuniram galhos e combustível.

Para o seu tio ele deveria ser espancado, servir de comida para os pássaros após ser queimado vivo, muito muçulmanos acataram isso.

O que mudou a situação foi que um amigo apareceu. Deus tinha algo para fazer na vida deste homem que apresentava a sua verdade.

Anúncios

Seu amigo cristão o acompanhou no funeral, estava procurando por ele, tinha sumido, achou estranho. Ele e outras pessoas que o ajudavam foram levados ao local onde estavam.

A visão de seus amigos foi terrível, viu Bruham quase sendo queimado vivo. Então, chamar a polícia foi a solução, fazendo com que os tios fugissem.

Essa ação de seu amigo cristão não será esquecida, Deus com certeza tem algo a mais em sua vida. Inclusive, isso é mostrado por seus livramentos na vida como cristão.

Ao todo, ele passou por 11 livramentos, muitos atentados contra a sua vida. Diante disso, é possível ver como está o radicalismo islâmico na região. Inclusive por pessoas da própria parentela.

Crenças erradas, da parte de extremista levam a morte de todos aqueles sendo contra as práticas  contrárias ao Alcorão. Isso é comum, em vários outros países, muçulmanos ou não, como é o caso da India e Coreia do Norte.

Mesmo diante de tanta perseguição de muçulmanos, ele diz se manter firme, que não vai abandonar a Cristo. Ainda afirma que sua fé vai se manter de pé até o final.

A igreja, diz Graham, é um lugar de conforto para ele. Esse homem de fé pede orações, para que assim, possa se recuperar e voltar a pregar a mensagem para o povo.

Deixe seu comentário de fé abaixo