Médico que foi infectado com o coronavírus, disse que sua fé o impulsiona a seguir em frente

O médico de 35 anos, Dr. Yale Tung Chen foi infectado enquanto estava cuidando de pacientes com o coronavírus (COVID-19),  isso ocorreu no Hospital Universitário La Paz em Madri.

Ele se encontra em quarentena em sua residência desde domingo, postando imagens de ultra-som de seus pulmões no Twitter e comentários sobre os sintomas que ele está mostrando.

De acordo com testes e exames os sintomas de Chen são relativamente leves. Na entrevista a CBN News, ele disse que está sentido apenas uma infecção comum e uma gripe regular. Os sintomas incluem tosse seca, fraqueza, febre baixa e principalmente dor de cabeça.

Os especialistas afirmaram que o vírus age diferente em cada pessoa, e que os mais jovens tem a imunidade maior, podendo apresentar sintomas leves.

Médico que foi infectado com o coronavírus, disse que sua fé o que impulsiona a seguir em frente

Chen deixou uma mensagem para as pessoas que  “Fique calmo, siga todas as instruções do Ministério da Saúde, do governo”.

Continuando a entrevista Chen falou que sua fé o impulsiona a seguir em frente. Completou dizendo, “Significa tudo. Sem isso, eu não ficaria tão calmo, eu não saberia como lidar com minha esposa e dois filhos. Eu sei que vamos superar isso. Peço que você se junte a nós nesta longa jornada antes que seja nossa responsabilidade continuar a apoiar. oração “.

As pessoas infectadas com o coronavírus (COVID-19) estão se recuperando. Na sexta-feira, mais de 137 mil casos eram conhecidos em todo o mundo, mas isso só se aplica a pessoas que foram testadas e confirmadas. Houve mais de 5.000 mortes pela doença. Cerca de 70 mil desses casos já se recuperaram do vírus.

Foi criado um site pela universidade John Hopkins, com objetivo de agrega dados médicos por país e os atualiza regularmente.

De acordo com os dados cerca de 20% das pessoas que estão infectadas com COVID-19, tem sintomas mais graves ou críticos.

Por: Leandro Miranda
FONTE: GuiaMe.