Filmes evangélicos devem crescer nos próximos anos, segundo um cineasta de Hollywood


      Publicidade  



      Publicidade  


Várias pessoas estão notando que filmes evangélicos estão em ascensão , inclusive em Hollywood. Isso está levando muitos cristão e pessoas que gostam de filmes com cunho moral, fé, superação, buscarem este estilo

Essa forma de visão é mostrada por um cineasta cristão de Hollywood. Ele tem uma experiência longa nesse ramo cinematográfico, por isso, enxerga para onde está indo o cenário dos filmes.

Para Jon Erwin, cineasta, cogestor e produtor da The Kingdom Story Company, o investimento em filmes que falam da fé vai aumentar consideravelmente.

O ator Zachary Levi afirma ter visto as impressões digitais de Deus no filme

O cineasta que tem uma parceria com uma gigante no mercado cinematográfico, a Lionsgate, deu entrevista sobre as futuras produções hollywoodianas. “Ele observa que a indústria de filmes está divulgando os valores cristãos, trazendo à tona aquilo que um dia foi deixado à margem”.(CD)

      Publicidade  

Ele fala em sua entrevista, que deseja fazer parte de tudo isso, sem dúvida é uma forma de pregar mensagens que ajudarão as pessoas a buscarem Deus, dependendo de como ela é inserida no filme.


Publicidade


Ainda citando a indústria do entretenimento, vê a introdução do cristianismo como algo mais pontual, que atinge uma grande expectativa. Isso é visto pela forma de impacto que as mensagens do evangelho mexem com as pessoas.

“Para ele a forma de mensagem é que faz a diferença, porque vai ao ponto que mais necessitam: perdão, esperança e redenção”. (CD)

Normalmente isso não é comum em filmes de Hollywood, todavia, mensagens que mexem com a vida espiritual fazem a diferença. Esse raciocínio no cineasta cristão, mostra que a distinção de filmes comuns de um que é cristão é o seguinte: Deus faz parte do enredo, mostra a consequência do pecado, exalta a Deus, não o homem e a redenção.

Erwin, vê que toda essa movimentação é uma janela aberta para pregar o evangelho, percebe como uma fronteira aberta para apresentar algo que deseja muito.

“Para ele é uma forma de servir aos propósitos de Deus, assim como o apóstolo Paulo serviu em seu tempo, temos de servir hoje. Onde o jeito de pregar pode mudar em alguns momentos”. Essa ideia de Erwin considera não rebaixar normas divinas para levar a mensagem, mas se aproveitar de uma forma diferente de apresentar a verdade.

      Publicidade  

Ainda no final de 2021, o cineasta lançou o filme American Underdog, onde mostra a história do quarterback da NFL Kurt Warner. A ideia é deixá-la mais conhecida e mostrar o exemplo de fé que rompeu várias barreiras. “O filme tem o propósito de reacender os sonhos do público”.

Uma das coisas que afetou a vida das pessoas, foi a pandemia, afirma Erwin. Então, a aflição pelo futuro pode bater na mente, travando a vontade de realizar os sonhos. Essa doença mexeu demais com a vida das pessoas, e elas devem ver que Deus sempre se importou por elas.

Segundo ele, o filme captou a atenção do público, tem atores valorosos que estão cumprindo bem cada papel, como no caso do ator Zachary Levi, que interpreta Warner.

Embora importa como a mensagem deve ser levada, se tem uma forma que pode ser bem usada, então será bem vinda.

Deixe seu comentário de fé abaixo

      Publicidade