Ex- Satanista se tornou cristão após ouvir uma voz lhe dizer: vá a igreja


      Publicidade  


Pessoas que vieram de situações terríveis no mundo aparecem para testemunhar de sua conversão, mostrando o que Deus fez em sua vida. É o caso de George Bearwood, que estava preso no mundo ‘punk’ ‘rock’, que resultou em sua ida para o satanismo.

Para muitos, pode ser algo difícil de acontecer, mas Deus pode fazer qualquer milagre, o maior de todos é a cura do coração humano.

Como muitas crianças criadas pelos avós, assim foi George Bearwood. Ele nasceu na década de 60, infelizmente sua mãe sofreu um acidente de lancha e morreu quando ele tinha apenas 2 anos.

Ex- Satanista se tornou cristão após ouvir uma voz lhe dizer: vá a igreja

 

Sua adolescência começou agitada, exatamente na época em que o Punk iniciava. Isso fez com que entrasse em uma banda, com contrato com uma gravadora e tudo, mas não deu certo esse início. Deixou a escola para se dedicar aos shows, porém, a gravadora os abandonou.


Publicidade


Ele fala de quando entrou nas drogas, como se sentia nos momentos em que usava bebidas e drogas. “Se sentia feliz, quando estava entorpecido, mas afirmou que quando estava sóbrio, o mundo todo era um monte de m#*”.(Guiame) Isso tudo, fazia com que permanecesse nessa situação. Parece que nada resolvia, então era melhor ficar preso em outra realidade.

Ao ser entrevistado, mostra em suas palavras que toda aquela vida era uma estratégia de fuga de um mundo que não desejava. Por isso, ficava o pior possível na bebida e nas drogas.

Toda essa situação não resolve, muita droga, bebida, o mundo punk, então o resultado é se aventurar em algo que possa impactar mais, cobrir algo, uma fuga maior.

Então, o satanismo foi o próximo passo, se tornando membro da igreja de Satanás.

George afirma que a igreja de satanás não fazia sacrifícios de bebês. “O que eles fazem é colocar o homem como centro de tudo, é algo que se prende ao ser humano como essência, um egoísmo, onde você é Deus e o diabo”.(Guiame)

      Publicidade  

A quantidade de drogas que usava era crescente, passando para heroína e até uma garrafa de vodca pela manhã. Mas nada o satisfazia, seja sexo ou essas formas de entorpecentes.

Numa ocasião festiva, teve overdose, levaram ao hospital, pensou que morreria. A partir desse momento resolveu largar essa vida, abandonando drogas pesadas no primeiro ano, mas foi depois de quatro anos que se libertou de tudo.

Nada é impossível para Deus

Perdendo o interesse pelo satanismo, abandonou, acreditando ser ateu ou agnóstico. Começou a se dedicar à música, mas em determinado momento, algo passou em sua mente, “vá à igreja”. Ignorou, mas isso aconteceu várias vezes.

Certo dia ele passou em frente à Igreja de Santa Maria em Stoke Newington, Londres. O som instrumental chamou a sua atenção, o que levou a entrar. O pastor conversou com George, que o fez voltar no domingo pela manhã. Contou um pouco de como era a sua vida anteriormente, fato que impressionou os membros.

Depois de seis meses na igreja, saiu,  ficou afastado por seis anos, tudo devido a conversas que lhe contaram, duvidando de sua conversão e que estava ali para derrubar a igreja.

      Publicidade  

Felizmente acabou voltando, depois que uma amiga lhe convidou. Está na igreja até hoje, mas no País de Gales.

Deixe seu comentário de fé abaixo