“Deixo aqui uma palavra de repúdio contra a reportagem” diz o Pastor sobre o ocorrido

247

Em uma publicação feita no facebook, o pastor faz uma crítica sobre a reportagem que deu o que falar esses dias, na situação foi expôsto o criminoso como “vítima”, aonde o mesmo está cumprindo pena pelos seus crimes.

Samuel Gonçalves é o pastor citado acima, ele é o líder da Assembleia de Deus de Cabo Frio, Rio de Janeiro. Através da sua rede social deixou uma “palavra de repúdio” sobre a entrevista que foi ao ar no Frantástico, programa da Rede Globo, matéria  com transexual condenado por estupro e assassinato de uma criança de 9 anos.

A entrevista foi ao ar com o tom de minimizar os crimes feito pelo pedófilo assassino, com o objetivo de sensibilizar os telespectadores com as condições que o criminoso vive em um presídio masculina.

Em uma parte tirado do texto da publicação do pastor, ele mostrou-se sensibilizado com a família da criança por ter que assistir o criminoso ser apresentado como uma pessoa que não merecia está naquelas condições.

“Fiquei comovido e preocupado imaginando a família dessa criança que teve seu filho de 9 anos violentamente assassinado com estupro ocultação de cadáver, essa pessoa que cometeu tal atrocidade disse que foi abandonada a 8 anos, trazendo a comoção da população a favor dele”, expôs o pastor.

O pastou questionou os motivos de por que a emissora de TV quis levar ao ar uma matéria que mostrava o criminoso daquela forma. Logo abaixo, deixamos para você ler o texto completo da publicação.

Deixo aqui uma palavra de repúdio contra a reportagem do fantástico sobre o caso Suzy .Fiquei comovido e preocupado…

Posted by Samuel Gonçalves on Tuesday, March 10, 2020

 

Por: Leandro Miranda
FONTE: GuiaMe.