Cristãos recebem apoio para empreender na Índia


      Publicidade  


As perseguições no mundo religioso são muito comuns, principalmente em países que fazem parte da janela 10/40. Na Índia a tolerância com outras religiões são muito pequenas, principalmente com aqueles que se converteram do hinduísmo.

Cristãos recebem apoio para empreender na Índia com auxílios de grupos como a Portas Abertas. Tendo um grande desafio ao fazer isso, porque várias barreiras aparecem.

A pressão para que o converso cristão volte à prática hindu é muito forte, muitas ameaças são feitas para que deixem de seguir o cristianismo.

Cristãos recebem apoio para empreender na Índia

“Extremistas acreditam que todos os indianos devem seguir o hinduísmo, por isso, não há espaço para cristãos e muçulmanos no país”. (PA) Motivo que leva a atos de violências muito intensas, passada por alto diversas vezes pelas autoridades.

A pressão da família conta muito nas horas de angústia, sendo um grande desafio. “No entanto, não acaba por aí, porque a perseguição vem também do  nacionalismo religioso, opressão do clã, paranoia ditatorial, hostilidade etno-religiosa.” (PA


Publicidade


Diante dessa situação, é possível ter uma ideia do porquê a perseguição aumenta na Índia. Problemas no país podem servir de estopim para ajudarem cristão de culpados, boicotando os conversos do hinduísmo.

Diante dessa situação, as Portas Abertas dão assistência aos que estão passando por esses problemas na Índia. Uma das maneiras é ajudando a terem um empreendimento, permitindo uma vida um pouco melhor no país.

A forma que estão sendo ajudados envolve algumas maneiras bem úteis e necessárias em nosso mundo moderno, como: conhecimento de elétrica, mecânica, lojas de vestuário e mercearia. Veja alguns cristãos ajudados, com nomes fictícios para a segurança deles.

Mecânico

Uma das pessoas que recebem ajuda para ter um empreendimento é Harish. Ele havia sido preso devido a sua fé, administrava uma igreja, grande líder, quando foi preso e interrogado pela polícia.

Sua profissão é de mecânico, mas não possuía todos os equipamentos necessários para o seu trabalho ficar engajado. Diante dessa situação, as portas abertas deram-lhe, o que permitiu que ele expandisse os seus negócios.

      Publicidade  

“Ele diz em seu relato: que graças aos parceiros do Portas Abertas, conseguiu expandir os seus negócios, ao ponto de poder empregar outros da família”.

Eletricista

Outro cristão convertido que decidiu permanecer firme em sua fé foi Sachin. Ele é um eletricista de mãos cheia, consertando TV, celulares, sistema de som e vários aparelhos. Grande talento, sufocado com perseguições devido a sua fé, a vida tem sido difícil para ele.

O que ajudou ele em seu negócio foi o Portas Abertas, contribuído muito para abrir uma loja, podendo agora sustentar a sua família.

“Sachin agradece pelo auxílio dizendo que graças a ajuda ele pôde expandir o seu negócio e comprar até com carro para atender a igreja”.

Mercearia e loja de vestuário

Rajesh foi rejeitado pela família assim que abandonou a sua antiga religião e abraçou o cristianismo.

      Publicidade  

Ele é muito grato pela ajuda que teve, porque a sua situação era desesperadora, mas com o auxílio do Portas Abertas conseguiu montar o seu negócio. Primeiro fez uma mercearia, crescendo no ramo, montou uma loja de vestuário, ficando com a vida estabilizada.

Deus está usando os seus servos para ajudar o seu povo ao redor do mundo.

Deixe seu comentário de fé abaixo