Ator Andrew Garfield diz que ‘foi muito fácil se apaixonar por Jesus’

Anúncios

Embora nem todos os artistas professam um segmento doutrinário, alguns deles mostram que Jesus de alguma forma foi marcante na vida deles. Algumas vezes isso pode acontecer através das telas, interpretando algum personagem cristão.

Assim foi com Andrew Garfield, que ultimamente vem sendo destaque, interpretando o Homem Aranha. Mas foi por participar de vários projetos de fé cristã que o fez olhar mais para Deus, vendo o seu amor por todos.

Embora Garfield não mostrou como está a sua vida religiosa, se mostrou impressionado pela fé cristã. “Teve uma participação no filme ‘Silêncio’, onde interpretou um missionário no Japão no século XVII. Tudo era baseado em uma situação verídica”. (BTD)

Ator Andrew Garfield diz que ‘foi muito fácil se apaixonar por Jesus’

Em todo relato mostrado na Premier Christian News, destaca o que o ator teve que fazer para  assumir um papel original no filme. Indo para um retiro, fez exercícios espirituais, visando discernir a vontade de Deus na vida de todos.

Todos os momentos no retiro espiritual foram marcantes na vida do autor. Ele teve que aprender mais da vida de Jesus, conhecendo como foi cada passo de sua estrada até a cruz.

Anúncios

Cada etapa da vida de Jesus o marcou profundamente, transformando o seu interior. Passou a ver como era realmente Jesus e o que Deus queria para a sua vida.

“A jornada espiritual o fez olhar para dentro de si e enxergar o que precisava mudar e onde deveria estar”.

As falas do ator depois de toda essa situação de retiro, ao fazer o filme, foi algo marcante para a sua vida, porque teve conhecimento sobre Jesus. Além disso, como os missionários trabalham em prol da salvação das pessoas foi uma experiência que deixou uma impressão duradoura. Ele mesmo afirma:

“O que foi realmente fácil foi se apaixonar por essa pessoa, foi se apaixonar por Jesus Cristo. Isso foi o mais surpreendente”.

Garfield, mostra ainda em outra fala que, se apaixonar por Jesus foi algo mais notável. Tudo isso é possível ver pelo modo como fala, evidencia que a impressão foi enorme.

Anúncios

Outro filme “Até o Último Homem”, antes desse já citado, mostra que o ator já estava sendo protagonista em filme cristão. Baseado em uma história real, interpreta Desmond Doss, soldado americano.

A história do filme é baseada na guerra entre os Estados Unidos e o Japão, em Okinawa. Numa batalha Doss resgate 75 soldados americanos, mesmo com bombas caindo de todo lado, sem atingi-lo. O filme é marcado pela zombaria no início, porque ele orava e não ia usar nenhum tipo de arma durante a guerra.

Depois de um tempo, os soldados perceberam que Doss era de alguma forma protegido, e iam para a guerra depois dele orar. Isso levou a uma condecoração do próprio presidente da república.

Ao contrário de outros dois atores, Denzel Washington e Chris Tucker, Garfield não mostrou nenhum vínculo com a igreja. Mas é esperado que logo isso possa acontecer, porque Jesus marcou sua vida.

Mesmo que não seja o melhor modo para atingir as pessoas, Deus sempre dá o seu jeito, mesmo no cinema de Hollywood que ensina tantas coisas ruins. Em sua sabedoria o Senhor sabe como agir.

Deixe seu comentário de fé abaixo